25 julho, 2010

Nossa história

Já nem sei mais quanto tempo faz que não nos vemos
Parei de contar
Não que tenha desistido de você ou coisa assim
Tampouco estou tentando te esquecer
Apenas compreendi que devo fazer o mesmo que você fez
Viver minha vida
Pensar mais em mim
Quando tentava te esquecer eu não conseguia para de pensar em você
E isso se tornava uma bola de neve
Aprendi que quem controla essas coisas é o tempo
Eu não posso fazer o trabalho dele
Bem que tentei
Tentei adiantar algumas etapas, mas foi inútil
Descobri que o melhor a se fazer é deixar acontecer
Como dizem por aí: O tempo é o senhor da razão
Ele não vai apagar o passado
Também não vai escrever o futuro
Isso é com a gente
Se fizermos nossa parte ele se encarrega de fazer a dele
A esperança não é lá muito amiga da paciência
E eu preciso das duas
Da segunda mais do que da primeira
Por mais que fujamos, o amanhã nunca morre
A nossa história tinha um ponto, eu acabo de colocar mais dois
... Ela ainda vai continuar.

3 comentários:

  1. Agora sim um Renato mais sensível! hauahua! Lindo o texto!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado, Jose.

    Sensível foi boa, rs.

    Valeu!!!

    ResponderExcluir
  3. Amei de Paixão, lindo por demais...

    Lanna...

    ResponderExcluir